Paulo Roberto pede voto de confiança e vê grande sonho no Corinthians

Paulo Roberto foi contratado pelo Corinthians e espera convencer o torcedor de que foi um bom investimento para o clube. Aos 29 anos, o volante comemora a chegada ao time, onde sempre sonhou atuar. Em entrevista exclusiva ao blog, Paulo Roberto promete muita dedicação e comprometimento para ser titular no seu primeiro grande time, terminando com qualquer desconfiança dos corintianos. Acompanhem.

Chegada ao Corinthians

''Fiquei muito feliz. Estava viajando, quando meu empresário me avisou. Batalhei muito para conseguir isso e Deus me deu esta chance. Desde pequeno eu sonho em vestir a camisa de um time grande e estar vestindo a camisa do Corinthians é muito bacana''.

Trajetória e injustiça no futebol

''Futebol não foi injusto comigo. As coisas acontecem no tempo certo. Talvez eu não estivesse pronto para chegar a um time grande, antes. Em 2016, não foi meu melhor ano. Foi o ano onde eu menos joguei. Vou me esforçar muito para honrar esta camisa e mudar a opinião de muitas pessoas que estão me criticando''.

Condição de jogo

''Trabalho para jogar em qualquer equipe. Vou procurar com humildade buscar meu espaço. Se alguém vai para Barcelona e Real Madrid, também não quer ser banco. Quero estar jogando, trabalhando, me dedicando ao máximo nos treinos para eu conseguir uma vaga de titular sim''.

Características

''Sou um primeiro volante que gosta de sair para o jogo. Marcação forte no meio e saindo para o jogo. Futebol de hoje não é só marcar. Claro que eu posso ser sim o primeiro volante com a determinação da comissão técnica. Vou ver o que o Carille vai me falar e o que ele pedir vou acatar''.

Time do Corinthians

''Apesar de não ter feito a temporada que todos esperavam, tem muita qualidade. Nome por nome se destacaram em outras equipes. Chego sim para ajudar e fazer um grande ano. Será um time em evolução com a chegada do Carille. Ele está começando e a gente tem tudo para fazer um grande ano''.

Rejeição nas redes sociais

''Me surpreendeu sim. Torcedores sempre esperam grandes nomes, mas muita gente não conhece o nosso futebol. Fiquei muito feliz com a tua pergunta se o futebol tinha sido injusto comigo. É porque você acompanhou minha carreira. Realmente, não fui bem no Sport. Tive uma lesão no final e isso me atrapalhou um pouco. Quando cheguei ao Bahia, também sempre almejava algo mais. Falava para minha esposa que é corintiana. Vislumbrei minha chegada ao Corinthians vestindo essa camisa. Pedi a Deus para jogar no Corithians e ele realizou este sonho para mim. Quando recebi a proposta, estas lembranças voltaram. Ficamos muito felizes''.

Recado para a torcida

''Eu entendo as críticas e peço um voto de confiança aos torcedores. Não venho para o Corinthians para brincar ou roubar dinheiro como eu ouvi por aí. Tantos jogadores que marcaram nome e muita gente não conhecia. Vou trabalhar bastante para ajudar o Corinthians a conquistar títulos. Quero marcar meu nome no história do clube e tenho certeza que grandes coisas irão acontecer nesta temporada para mim, torcedores e Corinthians também''.

Paulo Roberto passou por nove equipes, antes de chegar ao Corinthians. Seu melhor desempenho foi pelo Figueirense, de 2013 a 2015. Seu contrato será de um ano.

 

Voltar